Cinco Dicas De Marketing Digital Que Todo Empresário Ne

08 May 2019 07:28
Tags

Back to list of posts

<h1>O Marketing De Relacionamento Nas Redes sociais</h1>

<p>Usualmente agrupados sob um r&oacute;tulo do tipo &quot;tema promocional&quot; ou &quot;dizem pela Web&quot;, esses hiperlinks diversas vezes n&atilde;o passam de publicidade disfar&ccedil;ada em reportagens que os internautas poderiam desejar de ler. Tr&ecirc;s Dicas De Marketing Digital Para Vender Mais Na Black Friday - PEGN v&ecirc;m viabilizando receitas de que os provedores de tema necessitam muito, e oferecem a ampla gama de anunciantes uma oportunidade de acesso a audi&ecirc;ncias grandes e diversas vezes de elite, a um valor acess&iacute;vel.</p>

<p>Mas alguns provedores de tema come&ccedil;am a se preocupar com os efeitos que os chamados &quot;an&uacute;ncios de tema&quot; s&atilde;o capazes de ter sobre isto suas marcas e leitores. Este m&ecirc;s, a revista &quot;Slate&quot; parou de anunciar este tipo de an&uacute;ncio. E a revista &quot;New Yorker&quot;, que restringia sua coloca&ccedil;&atilde;o &agrave;s p&aacute;ginas de humor de seu site, h&aacute; pouco tempo decidiu remov&ecirc;-los totalmente. Entre os motivos: os links s&atilde;o capazes de conduzir a blogs question&aacute;veis, operados por entidades desconhecidas.</p>

<p>&Agrave;s vezes, os dados que eles apresentam s&atilde;o falsas. Recentemente, Chandler Riggs ator da s&eacute;rie &quot;The Walking Dead&quot;, postou no Twitter imagens de 2 desses an&uacute;ncios: &quot;adolescentes atores que faleceram esse ano&quot; e &quot;jovem astro de Televis&atilde;o achado falecido&quot;. Os dois traziam uma imagem de seu rosto. Em outras circunst&acirc;ncias, as imagens e t&iacute;tulos criam justaposi&ccedil;&otilde;es estranhas, e at&eacute; perturbadoras. Um postagem da &quot;Slate&quot; sobre isto misoginia, neste ano, vinha acompanhado por publicidade a respeito &quot;10 celebridades que deixaram de ser gostosas&quot;.</p>

<p> Como Fazer Marketing De Nicho No Instagram? , presidente da &quot;Slate&quot;. Os an&uacute;ncios foram &quot;criados ante a alega&ccedil;&atilde;o de que os provedores de tema desejam maximizar receitas -e n&atilde;o perante a alega&ccedil;&atilde;o de assinalar coisas bacanas pros leitores da publica&ccedil;&atilde;o&quot;, ele adicionou. Muitos dos que n&atilde;o o realizam, entre os quais o do &quot;New York Times&quot;, cooperam com anunciantes pela constru&ccedil;&atilde;o de widgets que conduzam mais visitantes aos seus websites. Duas companhias, Taboola e Outbrain, criadas cerca de uma d&eacute;cada atr&aacute;s em Israel, dominam o setor, seguidas pela Revcontent e na ZergNet, de acordo com an&aacute;lises de fatos da Datanyze.</p>

<p>], ostentando ainda mais an&uacute;ncios e widgets de recomenda&ccedil;&atilde;o de caracter&iacute;stica mais baixa destacando imagens sexualmente sugestivas ou que perturbavam a navega&ccedil;&atilde;o na p&aacute;gina. Quase todos estes sites, que parecem estar pagando pela presen&ccedil;a nas recomenda&ccedil;&otilde;es e lucrando com os an&uacute;ncios que eles mesmos veiculam quando os usu&aacute;rios os visitam, ocultam seus registros de dom&iacute;nio. Sean Blanchfield, presidente-executivo da PageFair, uma startup de publicidade, se refere a esses sites repletos de an&uacute;ncios como &quot;atravessadores&quot; que s&atilde;o &quot;fundamentalmente projetados para convencer o usu&aacute;rio a clicar em alguma coisa&quot;. Ele falou que era surpreendente que p&aacute;ginas como estas estivessem &quot;a um clique de dist&acirc;ncia dos cinquenta maiores sites noticiosos&quot;. Os leitores est&atilde;o iniciando a expressar insatisfa&ccedil;&atilde;o.</p>

<p>Um deles h&aacute; M&eacute;dico Pode Ter Registro Cassado Por Tomar Selfie &quot;Slate&quot; a respeito de cautela de dist&uacute;rbios alimentares -um dos quais tinha por t&iacute;tulo &quot;6 sugest&otilde;es para evitar ganhar peso no Dia de A&ccedil;&atilde;o de Gra&ccedil;as&quot;. Outro se chocou com um hiperlink da Taboola intitulado &quot;conhe&ccedil;a mulheres que fazem piadas de fato engra&ccedil;adas sobre estupro&quot;.</p>

<p>Um usu&aacute;rio do Twitter perguntou ao &quot;Guardian&quot; em abril se &quot;esses postagens do @Outbrain n&atilde;o solapam a integridade dos carros noticiosos?&quot;. Este &eacute; o grau de desconex&atilde;o entre as esperan&ccedil;as expressas pelo setor de assunto publicit&aacute;rio quanto ao que deseja fornecer e aquilo que os internautas acabam efetivamente lendo. Adam Singolda, fundador e presidente-executivo da Taboola.</p>

<p>Ele mencionou exemplos como novos programas de Tv, web sites e at&eacute; mesmo m&uacute;sica de DJs de Brooklyn, bairro de Nova York. A Outbrain, que tamb&eacute;m cria ferramentas pra que provedores de assunto direcionem leitores a algumas &aacute;reas de seus websites, diz que tua miss&atilde;o &eacute; &quot;amparar as pessoas a localizar tema confiavelmente intrigante, consider&aacute;vel e oportuno para elas&quot;.</p>

vector-beautiful-social-media-icons-set-design.jpg

<ul>
<li>Gasto por aquisi&ccedil;&atilde;o (CPA)</li>
<li>Gerador de Tr&aacute;fego: Aprenda a Posicionar Seu Web site pela Primeira P&aacute;gina do Google sem Segredos</li>
<li>Desta forma a sua organiza&ccedil;&atilde;o estar&aacute; aberta 24h</li>
<li>“Troca de pap&eacute;is” ou quando um usu&aacute;rio diferenciado resolve qual assunto compartilhar</li>
<li>Use hashtags</li>
<li>Como fazer com que meu perfil n&atilde;o apare&ccedil;a em informa&ccedil;&otilde;es para seguir</li>
</ul>

<p>Matt Crenshaw, vice-presidente de marketing de produtos na Outbrain, comentou que &quot;&agrave; capacidade que este espa&ccedil;o se expande, ele vem se ocasionando uma refer&ecirc;ncia consider&aacute;vel de receita para os provedores de conte&uacute;do, em termos percentuais&quot;. Rock In Rio Tem Ex&eacute;rcito De Mais De setenta Pessoas S&oacute; Para as Redes sociais e a Taboola afirmam fornecer aos provedores de assunto ferramentas que permitem a remo&ccedil;&atilde;o de assunto potencialmente problem&aacute;tico.</p>

<p>Adicionalmente, as duas corpora&ccedil;&otilde;es empregam equipes de pessoal que verificam conte&uacute;do antes que ele seja postado em suas redes, apesar de que tenham admitido que policiar anunciantes que alteram campanhas e redirecionam endere&ccedil;os na rede depois da aprova&ccedil;&atilde;o &eacute; um desafio. E h&aacute; tamb&eacute;m o defeito da escala muito ampla em que ela elas operam. A Outubrain diz fazer 200 bilh&otilde;es de recomenda&ccedil;&otilde;es de conte&uacute;do por m&ecirc;s, e que emprega &quot;uma equipe de tema editorial bem grande, com 17 a vinte pessoas&quot;, argumentou Eric Hartley, vice-presidente de marketing da companhia.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License